Jornal de Jaraguari - MS (Blog N. 327 do Painel do Coronel Paim) - Parceria: Jornal O Porta-Voz

quarta-feira, 6 de agosto de 2008

Crescimento econômico reduz pobreza no País

O perfil socioeconômico do Brasil está mudando, e para melhor, segundo dois estudos divulgados ontem. O crescimento econômico, os programas sociais do governo e o aumento da oferta de empregos formais retiraram 3 milhões de pessoas da faixa da pobreza nos últimos 5 anos.

Os brasileiros com renda mensal abaixo de meio salário mínimo passaram de 14,35 milhões de pessoas em 2002 para 11,35 milhões em 2008, anunciou Marcio Pochmman, presidente do Instituto de Pesquisa Aplicada (Ipea).

E a desigualdade social caiu significativamente, de acordo com estudo da Fundação Getulio Vargas (FGV) sobre o período de 2003 a 2008.

O emprego formal tornou viável a mobilidade social, compensou a alta da inflação e fez com que a migração de pobres reforçasse a classe média. Com novos integrantes, esta faixa saltou de 42% para 52% da população.

É uma mudança histórica, afirmou o chefe do Centro de Estudos Sociais da FGV, Marcelo Neri.

(Gazeta Mercantil - Sinopse Radiobrás)